Abuso com quadriciclo no Carnaval preocupa segurança na Porta do Sol

O Carnaval se aproxima e como sempre acontece nos feriados prolongados o cuidado com as normas de segurança torna-se quase que uma obsessão nas dependências da Porta do Sol. Via de regra, o uso irregular de triciclos e quadriciclos nas ruas do Residencial tem sido um sério problema que tira a tranquilidade do morador e aflige o Departamento de Segurança.

“Uma situação que já é naturalmente problemática acaba sendo agravada por esses abusos. Esses veículos, muitas vezes, são conduzidos por adolescentes, pessoas sem habilitação, quase sempre sem capacetes e em excesso de velocidade”, reclama Alex Leme, inspetor de Segurança da Apaps.

Conforme adverte Alex, a ausência de equipamentos vitais nesses veículos como o cinto de segurança, por exemplo, pode provocar acidentes com graves consequências no caso de uma colisão ou capotamento. “O condutor sem capacete e sem cinto torna-se muito vulnerável em cima dessas máquinas, sem contar que o infrator também pode envolver outros motoristas que utilizam as mesmas ruas”, esclarece.

Alex relata que nos cinco dias do último feriado de fim de ano, mais precisamente entre os dias 29 de dezembro e 2 de janeiro, mais de 15 mil veículos passaram pelas cinco portarias. “Neste Carnaval o bom senso recomenda aos pais e responsáveis que fiscalizem e orientem seus filhos sobre a utilização imprópria desses utilitários”, orienta o inspetor de Segurança.

 

Por: Marcos Capitão

COMENTÁRIOS