Correu tudo bem na primeira votação eletrônica da Apaps

Eleições

No último dia 19 de novembro realizaram-se eleições para escolha de membros do Conselho Deliberativo e para Presidente e Vice-Presidente da Diretoria Executiva da Apaps. Para os dois cargos da Diretoria Executiva, o resultado apontou a Chapa Porta do Sol Avançando como vencedora, formada por Francisco Venturi Regis e José Carlos Liberal (candidatos a presidente e vice, respectivamente). Os dois assumirão a presidência da Diretoria Executiva para o triênio 2018/2020 no dia 1 de janeiro de 2018 em reunião ordinária do Conselho Deliberativo.

Nas eleições deste ano a Comissão Eleitoral, formada pelos conselheiros vitalícios Edson Pinto Barbosa, Marcio Cammarosano e Mario Carlos Fontes, adotaram o voto eletrônico, o que possibilitou mais agilidade na contagem dos votos, graças a um sistema totalmente automatizado. De acordo com Deise Soares, da Secretaria Geral da Apaps, que também fez parte da organização do processo eleitoral, “tínhamos a responsabilidade de organizar e implantar a primeira eleição eletrônica da Apaps, conforme os parâmetros da comissão eleitoral, e foi gratificante ver que tudo deu certo”. Ela ainda declara: “Me sinto lisonjeada por ter feito parte desse marco na história da Porta do Sol.”

Edson Pinto Barbosa, em nome da Comissão Eleitoral, ressalta a grande importância que algumas pessoas tiveram durante a elaboração e implantação deste projeto. “Se não fosse pela dedicação e empenho de determinadas pessoas o projeto continuaria no plano da ideia”, reflete.
Confira abaixo os vinte e um conselheiros eleitos para a formação do Conselho Deliberativo:

Renzo Bernachi, com 151 votos
Elisa Ishii Banno, com 142
Maria Carlos Oliveira Marzola, com140
Fernando Moliterno, com 131
Beatriz Verdaguer, com 130
Ricardo Massarelli, com 127
Márcio Heiji Maeda, com 125
Cleide Vieira, com 125
Marcelo Pruano, com 125
Elcem Cristiane Paes Gazelli, com 121
Carlos Belli, com 111 votos
Luciano Stancka, com 106
Adauto Freitas, com 104
Gabriel Bitencourt, com 103
Felice Napolitano, com 101
Márcia Cruz, com 99
Drago de Mendonça, com 98
Felix Ivandro Peres, com 97
Sônia Regina de Souza, com 97
Antônio Riskalla, com 95
Ricardo Wagner Faria, com 93

E os sete suplentes:

Dulciane Lins, com 93 votos
Octávio Bromatti, com 91
Maria Cecília Teixeira, com 90
José Calderon Higueras, com 87
Antônio Marcondes, com 86
João Alves, com 85
José Alexandrino, com 85

 

Por: Julia Mira

COMENTÁRIOS